Buscar
  • Assessoria Ambiotech

Leilão Aneel tem todos os lotes arrematados e supera o valor estimado

Atualizado: 11 de Jan de 2019

Todos os 16 lotes do leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foram arrematados nesta quinta-feira (20), na sede da bolsa paulista B3. A construção ocorrerá em 7.152 Km de novas linhas de transmissão de energia. A estimativa é que as empresas vencedoras gerem 28 mil empregos.


O que surpreendeu foi a somatória dos investimentos contratados, no valor de R$ 13,2 bilhões, um recorde para um leilão de linhas de transmissão de energia, chegando a superar os investimentos do leilão de abril do ano passado que obteve R$ 12,7 bilhões.


De acordo com a regra do leilão, venceu quem ofereceu a prestação do serviço pela menor remuneração, portanto quem ofertou o maior deságio na Receita Anual Permitida (RAP), a ser o valor que será recebido para construir as linhas de transmissão. Essa quantia é paga por todos os consumidores através da conta de energia.



Consultoria especializada


A concorrência nos leilões da Aneel tem crescido cada vez mais, inclusive com a participação de empresas de outros países, como China, França e Índia. Para fazer frente às demandas previstas no edital e ser competitivo, ter uma assessoria especializada é fundamental.

É o caso da Ambiotech Consultoria Ambiental, considerada referência nacional em estudos de Meio Ambiente para o setor de energia, tem no portfólio várias empresas que venceram outras edições do leilão da Aneel. Segundo o diretor de novos negócios da Ambiotech, Breno Thá de Carvalho, uma consultoria qualificada evita futuros problemas e atrasos na obra. “A equipe da Ambiotech estuda todos os lotes com muita antecedência. Este serviço de consultoria de meio ambiente “pré-leilão” tem provado trazer muitos benefícios para os empreendedores, como por exemplo: melhor definição do traçado a ser implantado, minimização de riscos ambientais e um orçamento real que permite uma composição de custos melhores para participação no leilão”, complementa.

O diretor de novos negócios da Ambiotech também ressalta que existe uma preocupação dos empreendedores com os prazos de licenciamento ambiental para dar início às obras, e essa é uma consideração relevante no papel que é realizado por eles: minimizar riscos e atrasos. “Recentemente, em um projeto de aproximadamente 700 km de Linha de Transmissão, provenientes de um leilão da Aneel, adiantamos e separamos a contratação das campanhas de fauna para aproveitarmos o período sazonal, com isso conseguimos protocolar 5 estudos ambientais em apenas 6 meses”, explica.


As empresas que vencem a concorrência têm um cronograma rigoroso para a fase de licenças e obras. A primeira etapa é a do licenciamento ambiental, que pode levar até dois anos. Após essa fase, é realizada a construção que deve durar até três anos.


Saiba quais empresas venceram o leilão


LOTE 1

Instalações nos estados de Santa Catarina e Paraná

· Vencedor: Neoenergia S.A

· Proposta: R$ 194,157 milhões

· Valor máximo: R$ 452.369.159,00

· Deságio: 57,07%

· Investimentos previstos: R$ 2,791 bilhões

· Concorrentes: 6


LOTE 2

Instalações no estado do Rio de Janeiro

· Vencedor: Neoenergia S.A

· Proposta: R$ 117 milhões

· Valor máximo: R$ 220.651.716,00

· Deságio: 46,97%

· Investimentos previstos: R$ 1,331 bilhão

· Concorrentes: 5


LOTE 3

Instalações nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais

· Vencedor: Neoenergia S.A

· Proposta: R$ 69,1 milhões

· Valor máximo: R$ 125.418.409,00

· Deságio: 44,9%

· Investimentos previstos: R$ 753,559 milhões

· Concorrentes: 7


LOTE 4

Instalações nos estados da Bahia e Tocantins

· Vencedor: Energisa S.A

· Proposta: R$ 62,854 milhões

· Valor máximo: R$ 116.061.645,00

· Deságio: 45,84%

· Investimentos previstos: R$ 699,422 milhões

· Concorrentes: 9


LOTE 5

Instalações no estado de Santa Catarina

· Vencedor: CPFL Geração de Energia S.A.

· Proposta: R$ 26,38 milhões

· Valor máximo: R$ 61.556.656,00

· Deságio: 57,14%

· Investimentos previstos: R$ 366 milhões

· Concorrentes: 8


LOTE 6

Instalações no estado de Santa Catarina

· Vencedor: Consórcio EMTEP (JAAC Materiais e Serviços de Engenharia Ltda, 80%, e EMTEP Serviços Técnicos de Petróleo Ltda, 20%)

· Proposta: R$ 11,511 milhões

· Valor máximo: R$ 22.570.882,00

· Deságio: 49%

· Investimentos previstos: R$ 134,1 milhões

· Concorrentes: 10


LOTE 7

Instalações nos estados do Amapá e Pará

· Vencedor: Zopone Engenharia e Comércio Ltda

· Proposta: R$ 20,698 milhões

· Valor máximo: R$ 44.512.887,00

· Deságio: 53,49%

· Investimentos previstos: R$ 277,7 milhões

· Concorrentes: 8


LOTE 8

Instalações no estado de São Paulo

· Vencedor: Consócio IG Transmissão e ESS Energias Renováveis (I.G. Transmissão e Distribuição de Energia S.A. 90%, e ESS Energias Renováveis Ltda. 10%)

· Proposta: R$ 8,151 milhões

· Valor máximo: R$ 15.168.790,00

· Deságio: 46,26%

· Investimentos previstos: R$ 89,4 milhões

· Concorrentes: 6


LOTE 9

Instalações no estado do Amazonas

· Vencedor: Consórcio EMTEP (JAAC Materiais e Serviços de Engenharia Ltda, 80%, e EMTEP Serviços Técnicos de Petróleo Ltda, 20%)

· Proposta: R$ 11,5 milhões

· Valor máximo: R$ 28.047.620,00

· Deságio: 58,99%

· Investimentos previstos: R$ 160,7 milhões

· Concorrentes: 7


LOTE 10

Instalações no estado do Rio Grande do Sul

· Vencedor: Consórcio Chimarrão (CYMI Construções e Participações S.A., 50% e Brasil Energia Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, 50%)

· Proposta: R$ 219,5 milhões

· Valor máximo: R$ 380.964.932,00

· Deságio: 42,38%

· Investimentos previstos: R$ 2,432 bilhões

· Concorrentes: 5


LOTE 11

Instalações no estado do Rio Grande do Sul

· Vencedor: CPFL Geração de Energia

· Proposta: R$ 33,888 milhões

· Valor máximo: R$ 55.111.735,00

· Deságio: 38,51%

· Investimentos previstos: R$ 348,9 milhões

· Concorrentes: 4


LOTE 12

Instalações no estado do Rio Grande do Sul

· Vencedor: Taesa - Transmissora Aliança de Energia Elétrica

· Proposta: R$ 58,986 milhões

· Valor máximo: R$ 96.334.188,00

· Deságio: 38,8%

· Investimentos previstos: R$ 610,4 milhões

· Concorrentes: 6


LOTE 13

Instalações no estado do Rio Grande do Sul

· Vencedor: Sterlite Brasil Projetos de Transmissão de Energia S.A

· Proposta: R$ 74,721 milhões

· Valor máximo: R$ 122.314.264,00

· Deságio: 38,9%

· Investimentos previstos: R$ 776,8 milhões

· Concorrentes: 3


LOTE 14

Instalações nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul

· Vencedor: Neoenergia S.A

· Proposta: R$ 120,925 milhões

· Valor máximo: R$ 201.517.143,00

· Deságio: 39,99%

· Investimentos previstos: R$ 1,214 bilhão

· Concorrentes: 7


LOTE 15

Instalações no estado de Rondônia

· Vencedor: Consórcio EMTEP (JAAC Materiais e Serviços de Engenharia Ltda, 80%, e EMTEP Serviços Técnicos de Petróleo Ltda, 20%)

· Proposta: R$ 4,353 milhões

· Valor máximo: R$ 10.365.868,00

· Deságio: 58%

· Investimentos previstos: R$ 60,8 milhões

· Concorrentes: 12


LOTE 16

Instalações nos estados do Amazonas e Pará

· Vencedor: Celeo Redes Brasil

· Proposta: R$ 120,122 milhões

· Valor máximo: R$ 186.914.964,0

· Deságio: 35,73%

· Investimentos previstos: R$ 1,126 bilhão

· Concorrentes: 4



Fonte: Assessoria Ambiotech e Aneel

0 visualização

© 2019 Ambiotech | Desenvolvido por Ser Mídia - Comunicação e Marketing Estratégico