Material arqueológico resgatado pela equipe Ambiotech é exposto em Colíder/MT

Foi lançada em fevereiro a exposição Arqueologia da área de influência da UHE Colíder, composta por parte do acervo de peças encontradas durante o trabalho de prospecção de sítios arqueológicos na área da Usina. Este trabalho de prospecção arqueológica vem sendo realizado pela equipe da Ambiotech desde 2010, sendo atualmente coordenado pelo arqueólogo Dr. Marco Aurélio Nadal de Masi.

Esta exposição é uma das iniciativas do Programa de Preservação, Prospecção e Resgate do Patrimônio Arqueológico que integra o Projeto Básico Ambiental da Usina Colíder. O programa teve início em 2010 e, até agora, já foram identificados 37 sítios arqueológicos e 24 áreas de ocorrência arqueológica na área de influência da hidrelétrica. Em uma próxima etapa, que inclui a área do reservatório, será feito um processo minucioso de resgate dos vestígios de antigas ocupações humanas encontrados na região.

A mostra será mantida no Centro de Atendimento ao Visitante instalado no canteiro de obras da hidrelétrica. Entre as peças expostas há material coletado durante o trabalho de prospecção arqueológica, como lâminas de machado, pontas de flecha, raspadores e lascas (refugos) da produção de artefatos feitos de pedra (líticos), potes e fragmentos de utensílios em cerâmica.
No dia 12 de fevereiro, representantes da comunidade e trabalhadores da obra assistiram a uma apresentação do arqueólogo responsável pelos trabalhos, Dr. Marco Aurélio Nadal de Mais, com exibição de um vídeo sobre o assunto. Entre os presentes, estavam o secretário municipal de Turismo e Cultura de Colíder, Fábio Furlaneto, e o cacique da etnia Apiaká, Rainon.

Banners elaborados pela Ambiotech e instalados no local trazem conteúdo didático sobre o assunto, além de textos e mapas sobre a ocupação histórica de populações ancestrais indígenas na região, completando o material integrante de parte do Programa de Educação Patrimonial do empreendimento.

Outra atividade que vem sendo realizada pela equipe Ambiotech é a educação patrimonial em escolas e junto à comunidade para que todos contribuam com a identificação dessa herança deixada por povos ancestrais. Ao final do processo de salvamento das peças de relevância arqueológica, elas serão analisadas e catalogadas para futuramente compor o acervo de museus e centros de pesquisa da região.

A Usina Hidrelétrica Colíder está sendo construída pela Copel Geração e Transmissão S.A no rio Teles Pires, norte do Mato Grosso. Terá potência instalada de 300 megawatts - o suficiente para atender ao consumo de aproximadamente 850 mil pessoas - e um reservatório que abrangerá áreas dos municípios de Nova Canaã do Norte, Colíder, Itaúba e Cláudia.

(27/02/2014)

| Outros